sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Gramática comparada

             A Gramática Comparada, ou Linguística Comparada, surgiu no século XVII, mas ganhou força somente no sécul XIX, com os pensamentos voltados para a idéia de um ideal universal das línguas, tendo como referentes razões bíblicas,crenças, formação de uma gramática universal, preocupando-se então com os aspectos diacrônicos das línguas, como elas evoluem, assim sendo, buscavam compará-las e  assim
encontrar parentescos entre as diversas línguas.
            Podemos citar como um nome extremamenete relevante dessa época, o alemão Franz Bopp (1791-1867), considerado o fundador da gramática comparada, o mesmo, escreveu um livro sobre a conjugação do sansctito, abrindo novas perspecivas para a linguística, sendo considerado um filólogo do sânscrito.
             Com a comparação do sânscrito com outras línguas, notou-se parentesco entre o sânscrito, línguas gregas, latinas, persas e germânicas, atribuindo a essa "família" de línguas o nome de Indo-Européias. Os estudiosos que voltam seus estudos para as línguas Indo-Européias, consideram essas línguas sendo de uma mesma família com uma origem em comum, o Indo-Europeu, o que poderiamos chamar de proto-língua. Chegou-se a essa observação através do método comparativo.
              Eni Orlandi, diz que a grande contribuição das Gramáticas Comparadas foi evidenciar que as mudanças sofridas pelas línguas são regulares, têm uma direção. Não são caóticas como se pensava. No século XIX, para mostrar a regularidade das mudanças, alguns gramáticos históricos, os neogramáticos chegaram a enunciar leis para as mudanças da língua: as leis fonéticas. Por elas, os estudiosos procuravam explicar a evolução da língua. 
                Devido aos neogramáticos que a língua  deixou de ser vista como um organismo que se desenvolve por si e passou a ser vista como um coletivo.
                 Enfim...
" A Gramática Comparada constitui-se no século XIX, a partir dos trabalhos de Franz Bopp. Caracterizou-se pela utilização do método comparativo, que consiste em comparar formar semelhantes de línguas consideradas como sendo da mesma família de línguas.A Linguística Comparada,  tem como obejtivo estabelecer correspondências entre línguas para poder estabelecer suas relações de parentesco."

Sílvio Ribeiro da Silva – Doutorando em Lingüística Aplicada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário